• Mário Antonio Marques Fascio

Dia nacional de combate ao racismo



A força do estado contra negros e pobres

Homens negros são maioria nos presídios, mas também alvo preferencial das ações abusivas das polícias. No Brasil, os direitos das populações negras e periféricas são cotidianamente violados. O combate às drogas promove a ocupação violenta das favelas, impõe um quotidiano de guerra a milhares de famílias e cobra a vida de muitos jovens.

A 3ª maior população prisional do mundo

As prisões brasileiras são uma bomba relógio. São mais de 750 mil pessoas atrás das grades, vivendo em condições insalubres e em espaços superlotados, sujeitos a facções criminosas e à violência do Estado. O endurecimento da política criminal aprofunda a crise prisional e a desigualdade racial, onera o estado e não oferece mais segurança à sociedade.

Hoje, 18 de novembro – Dia do Conselheiro Tutelar, Dia Nacional de Combate ao Racismo, Dia Mundial da Filosofia, Dia Nacional do Notário e do Registrador e dia do Colecionador. Atualmente eu só coleciono boleto.

3 visualizações0 comentário